shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00 
Ver Carrinho Check Out

Notícia

Feirense, 1 – Santa Clara, 0 | Crónica

TERCEIRA VITÓRIA SEGUIDA

O Feirense conseguiu hoje o terceiro triunfo consecutivo na Segunda Liga ao derrotar o Santa Clara por uma bola a zero, graças ao golo de Kukula, aos 21 minutos, em jogo referente à 13ª jornada, disputado no Estádio Marcolino Castro. Com esta vitória o Feirense subiu ao quinto lugar da tabela, em igualdade pontual com o Chaves e o Ac. Viseu, somando agora 20 pontos.

O Santa Clara foi a primeira equipa a criar perigo, logo no primeiro minuto de jogo, num livre frontal cobrado por Tiago Ronaldo que saiu sobre a barra. O Feirense, com um onze inicial de cariz ofensivo, jogando em 4-3-3, rapidamente se instalou no meio campo adversário, procurando chegar à baliza de João Botelho com perigo. Por sua vez, o Santa Clara jogava com um bloco baixo, deixando apenas Clemente solto na frente, tentando assim explorar o contra-ataque, mas sem efeitos práticos graças à excelente organização de jogo dos azuis. O Feirense pressionava o seu adversário logo à saída da sua defesa, não deixando os açorianos respirar. Aos 21 minutos os azuis inauguraram o marcador, por intermédio de Kukula. Platiny rematou forte de fora da área, a bola desviou num defesa e ia traindo João Botelho que fez uma enorme defesa dando uma palmada na bola, mas não conseguiu evitar a recarga vitoriosa de Kukula para o golo. Mesmo a vencer, os azuis mantiveram o ritmo de jogo, procurando sempre a baliza do Santa Clara na tentativa de chegar ao segundo golo. A equipa de Fernando Valente esboçou uma ténue reação ao golo sofrido, mas raramente demonstrou capacidade para incomodar o guarda-redes Makaridze. Aos 37 minutos Serginho arrancou um cruzamento bem medido para o interior da área onde apareceu Kukula, rápido como uma flecha, a cabecear com perigo para a defesa segura de João Botelho. O Santa Clara respondeu no minuto seguinte, com Pacheco, também de cabeça, a proporcionar uma defesa atenta de Makaridze, no único lance de real perigo para o sector mais recuado dos fogaceiros. Ao intervalo o Feirense vencia por uma bola a zero.

O Feirense regressou dos balneários com a mesma determinação do primeiro tempo, mantendo a organização e postura atacante, controlando o jogo no meio campo, não permitindo grandes veleidades aos açorianos. Aos 61 minutos, Platiny, na cobrança de um livre junto à área e ligeiramente descaído para a esquerda, rematou em arco levando a bola a passar a milímetros do poste direito da baliza à guarda de João Botelho. O técnico-adjunto Sérgio Ferreira, ainda a substituir no banco o castigado Pepa, foi refrescando o ataque, fazendo entrar Emma para o lugar de Kukula e pouco depois Porcellis por troca com Platiny, mantendo o figurino inicial de três avançados. Aos 79 minutos Igor protestou uma falta contra a sua equipa e viu o segundo cartão amarelo no jogo, e consequente vermelho, deixando o Santa Clara reduzido a dez unidades. Pouco depois, Tiago Ronaldo ganhou um ressalto e rematou de fora da área acertando em cheio na barra, com a bola a bater acidentalmente no guarda-redes Makaridze e sair pela linha de fundo. Sorte para o Feirense! A um minuto dos 90, Gustavo apareceu na área a rematar com muito perigo mas Makaridze estava atento e fez uma defesa segura. Em período de compensação Porcellis esteve muito perto de fazer o segundo golo para o Feirense mas a bola saiu ao lado. Na resposta, Clemente, após um cruzamento da esquerda, cabeceou ligeiramente ao lado da baliza fogaceira. O jogo terminou logo de seguida com o marcador a registar a vitória justa, mas escassa, do Feirense por uma bola a zero, numa partida em que foi sempre melhor do que o seu adversário, com mais posse de bola, mais remates, jogando em toda a extensão do terreno criando diversas oportunidades de golo, as suficientes para conseguir um triunfo mais condizente com a boa exibição.

Conferência de imprensa
“Tivemos uma boa entrada no jogo, criamos diversas situações de golo e tivemos o jogo sempre controlado. Ganhamos pela margem mínima mas, pelo que fizemos nesta segunda parte, poderíamos ter vencido por dois ou três a zero”.
Sérgio Ferreira, treinador-adjunto do Feirense

“Foi um bom jogo, muito bem disputado, e sabíamos das dificuldades que íamos aqui encontrar. Sofremos um golo em que a bola só entrou à terceira, depois tentamos reagir mas não foi fácil e nos últimos minutos ainda estivemos perto do empate mas não conseguimos marcar”.
Fernando Valente, treinador do Santa Clara

Segunda Liga | Jornada 13
31 Outubro | Sábado | 15h00
Estádio Marcolino Castro

Feirense, 1 – Santa Clara, 0

FEIRENSE: Makaridze, Ícaro, Nuno Diogo, Barge, Serginho, Vasco Rocha, Cris, Rúben Oliveira (Tiago Jogo, 90’), Kukula (Emma, 67’), Erivaldo e Platiny (Porcellis, 76’)
SUPLENTES: Otávio, Semedo, Tiago Jogo, Vieirinha, Mika, Emma e Porcellis
TREINADOR: Nuno Santos

SANTA CLARA: João Botelho, João Dias, Gustavo, Accioly, Pacheco, Clemente, Igor, Jimmy (Hugo Santos, 45’), Rafael Batatinha (Lucas, 77’), Tiago Ronaldo e Reginaldo (Erik, 67’)
SUPLENTES: Pedro Freitas, Carraça, Hugo Santos, Lucas, Roberto, Erik e Davide
TREINADOR: Fernando Valente

Árbitro: João Bento (AF Santarém)
Assistentes: Samuel Dionísio e Nuno Henrique Ferreira

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ícaro (21’), Igor (52’ e 79’), Pacheco (53’), Gustavo (60’), Vasco Rocha (75’), Tiago Jogo (90+3’)
Cartão vermelho por acumulação para Igor (79’)

Marcadores:
1-0 Kukula (21’)

1 3 4