shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00 
Ver Carrinho Check Out

Notícia

Feirense, 1 – FC Porto B, 0 | Crónica

QUINTA VITÓRIA SEGUIDA

O Feirense venceu o FC Porto B por uma bola a zero, em jogo referente à jornada 19 da Segunda Liga, disputado no Estádio Marcolino Castro. Neste jogo, e uma vez mais, a equipa comandada por Pepa voltou a demonstrar muita classe, sendo superior ao seu adversário na maior parte do tempo, criando as melhores ocasiões de golo, conferindo justiça ao triunfo obtido. Com esta vitória, o Feirense assegura o segundo lugar na classificação, passando a somar 36 pontos, encurtando para quatro pontos a distancia para o líder da prova, precisamente, o FC Porto B.

O Feirense cedo chamou a si as despesas de jogo, assumindo a posse de bola com aproximações à área portista. Mais pressionante, os azuis poderiam ter inaugurado o marcador no primeiro minuto, quando Barge rematou com pontaria a mais acertando em cheio no poste direito da baliza de Gudiño. O FC Porto B reagiu à passagem do primeiro quarto de hora, com um remate de André Silva que passou muito perto da baliza de Makaridze. Os comandados de Pepa eram mais objetivos no ataque e voltaram a estar muito perto do golo aos 24 minutos. Numa recuperação de bola a meio campo, Kukula ganhou na raça, arrastou um defesa com ele e serviu Serginho, na esquerda, que arrancou um cruzamento venenoso para a pequena área e, ao tentar cortar o lance, Chidozie quase fazia autogolo, valendo ao defesa portista a enorme defesa de Gudiño. A equipa de Luís Castro respondeu pouco depois, novamente por intermédio de André Silva, que passou por dois defesas e, de ângulo apertado, atirou às malhas laterais. Perto do intervalo, o árbitro auxiliar de Bruno Esteves assinalou mal um fora de jogo a Platiny, anulando assim mais uma jogada de muito perigo para a baliza de Gudiño. Pouco depois o Feirense voltou a ameaçar a baliza portista, mas Fabinho não conseguiu emendar de cabeça um cruzamento de Serginho.

O Feirense voltou dos balneários com a mesma atitude do primeiro tempo, assumindo o jogo em busca dos três pontos em disputa, apesar da tentativa de atrevimento dos jovens portistas nos primeiros minutos da etapa complementar, mas sem efeitos práticos. Os comandados de Pepa, sempre muito concentrados e com excelente solidez defensiva, não permitiam ao FC Porto B criar qualquer lance de real perigo para a baliza à guarda de Makaridze. A equipa de Luís Castro não encontrava forma de superar a excelente organização dos santamarianos, e viam o Feirense ser, por largos períodos de tempo, a melhor equipa em campo. Aos 74 minutos, Omar derruba Fabinho dentro da área e Bruno Esteves, muito perto do lance, assinalou grande penalidade a favorecer o Feirense e mostrou o segundo cartão amarelo ao defesa portista, e consequente cartão vermelho. Na conversão do castigo máximo Platiny não perdoou e colocou os azuis da Feira na frente do marcador. A jogar em superioridade numérica, os fogaceiros controlaram sempre as movimentações do seu adversário, mantendo a organização e concentração, e nunca abdicou de procurar chegar ao segundo golo. Mais objetivos no ataque, os homens de Pepa dispuseram de boas ocasiões para ampliar o marcador e foram sempre a equipa que mais perto esteve do golo. Do outro lado do campo, o guarda-redes Makaridze transmitia enorme segurança à sua equipa e apenas era chamado a intervir em lances pontuais que não exigiam grandes dificuldades de defesa. Nos minutos finais os portistas tentaram carregar sobre os santamarianos procurando chegar ao golo da igualdade, mas pela frente encontraram uma equipa do Feirense que soube, com mestria, segurar a vitória que garante a continuidade no segundo lugar da classificação, agora a apenas quatro pontos de distância do seu adversário nesta jornada, o FC Porto B.

Conferência de imprensa
“Foi um bom jogo com duas equipas que procuraram ganhar. Tivemos uma entrada muito forte com oportunidades de golo em que o Gudiño fez duas boas defesas. Na segunda parte corrigimos e tivemos a qualidade e o discernimento para termos bola e procurar o golo. Poderíamos ter sido mais eficazes”.
Pepa, treinador do Feirense

“ Quem marca ganha e quem não marca o máximo que pode alcançar é o empate. O Feirense marcou e não coloco em causa o resultado. Foi um jogo em que as duas equipas se dedicaram muito ao jogo. Não conseguimos os nossos objetivos que era ganhar”.
Luís Castro, treinador do FC Porto B

Segunda Liga | Jornada 19
06 Dezembro | Domingo | 11h15
Estádio Marcolino Castro

Feirense, 1 – FC Porto B, 0

FEIRENSE: Makaridze, Ícaro, Nuno Diogo, Serginho, Barge (Tiago Jogo, 85’), Cris, Vasco Rocha, Fabinho, Erivaldo (Michael, 63’), Kukula (Emma, 71’) e Platiny
SUPLENTES: Otávio, Semedo, Tiago Jogo, Vieirinha, Mika, Michael e Emma (Michael, 63’)
TREINADOR: Pepa

FC PORTO B: Gudiño, André Silva, Victor Garcia, Maurício, Francisco Ramos, João Graça (Tomás, 76’), Rafa, Gleison (Leonardo, 72’), Chidozie, Omar e Rúben Macedo (Ismael, 55’)
SUPLENTES: André Caio, Pité, Ismael, Tomás, Leonardo, Sérgio Ribeiro, Verdasca
TREINADOR: Luís Castro

ÁRBITRO: Bruno Esteves (AF Setúbal)
ASSISTENTES: Venâncio Tomé e Rui Teixeira

AÇÃO DISCIPLINAR: Cartão amarelo para Omar (55’ e 74’)), Ícaro (57’), Barge (57’), Graça (57’), André Silva (90+2’)
Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Omar (74’)

Marcadores:
1-0 Platiny (75’ g.p.)

cdf1 cdf2 cdf4 cdf5