shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00 
Ver Carrinho Check Out

Notícia

NUNO MANTA: “ATITUDE, INTENSIDADE, ORGANIZAÇÃO E TRABALHO”

O CD Feirense desloca-se amanhã à Capital do Móvel, onde irá defrontar pelas 18h15 o Paços de Ferreira para a 33ª jornada da Liga NOS.

Em conferência de antevisão, Nuno Manta Santos referiu que o adversário é portador de “uma boa organização ofensiva” e por isso, os seus atletas terão de ter os quatro elementos essenciais de um jogador à Feirense: atitude, intensidade, organização e trabalho.

Nuno Manta Santos que completa amanhã 17 jogos (exatamente uma volta) ao leme da equipa de Santa Maria da Feira, enumera as diferenças existentes de quando entrou, até ao momento, e enaltece o constante trabalho feito pelos jogadores e restante estrutura:

Perspectivas para 33ª jornada
“Não podemos estar descontraídos nesta profissão, independentemente de estarmos com uma boa segurança pontual. 

Amanhã perspectivamos um jogo bastante difícil frente a um adversário, que em 14 jogos consecutivos, apenas perdeu dois. A última derrota que o Paços de Ferreira teve em casa foi no dia 20 de janeiro com o Moreirense, e dessa data até agora, tem tido sempre resultados positivos. Por isso, prevejo um jogo com um grau de dificuldade elevado.”

Sobre o adversário
“O Paços de Ferreira tem uma boa organização ofensiva, não dando muita margem de manobra à equipa adversária para sair em transições. É uma equipa que fecha muito bem o espaço que dá acesso à sua baliza, e é pela qualidade de jogo que amanhã temos de respeitar muito o adversário se queremos sair vitoriosos.”

Nuno Manta Santos – 17 jogos depois
“O que mudou desde então, foi o aumento de pontos. As vitórias e empates que conquistamos até ao momento vieram dar confiança ao grupo de trabalho, para continuarem a realizar um excelente trabalho como têm feito até ao momento.

No primeiro jogo com o Paços, estávamos quase em últimos, e 17 jogos depois ocupamos o 8º lugar na tabela classificativa – são mudanças bastante significativas que foram conseguidas pelo árduo trabalho de todo o plantel bem com toda a estrutura do CD Feirense.”

Um clube com cultura de vencer
“Como costumo dizer – o Feirense tem a cultura de vencer. O ciclo das vitórias nunca se pode fechar, temos de ter sempre o pensamento de vencer todos os jogos e amanhã não será diferente.

Independentemente do onze inicial que entrar em campo, frente a quem quer que seja o adversário, o Feirense tem de atitude, intensidade, organização e trabalho. Nunca podemos mudar este pensamento. Se for possível até ao final conquistar mais 9 pontos, nós estaremos cá para lutar por eles.”

A Liga Portugal nomeou para este jogo Jorge Ferreira como árbitro principal, Inácio Pereira e Nelson Cunha como assistentes e Rui Silva como quarto árbitro.

O pontapé de saída para a 33ª jornada da Liga NOS entre Paços de Ferreira e CD Feirense está marcado para as 18h15 no Estádio da Capital do Móvel