shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00 
Ver Carrinho Check Out

Notícia

Feirense apresenta equipa para a época de 2020

Clube Desportivo Feirense prepara-se para pedalar a terceira época consecutiva na estrada, apresentando cinco entradas e quatro renovações na equipa continental, que terá a designação FeirenseRafael ReisGonçalo AmadoFábio OliveiraRafael Ferreira e Afonso Eulálio unem-se a Oscar Pelegrí, Bernardo SaavedraAntónio Ferreira e Luís Cabral.

 Após um primeiro período vivido na modalidade entre os anos de 1987 e 1993, no decorrer do qual foram alcançadas 15 vitórias em etapas da Volta a Portugal, prova rainha onde se conquistou a camisola amarela, em 1990, com Fernando Carvalho, o Clube Desportivo Feirense mantém-se na estrada em 2020 com a garra e determinação que lhe são características. A temporada de 2018 marcou o regresso ao ciclismo, no âmbito das comemorações do centenário do Clube Desportivo Feirense, um regresso bastante almejado pelo presidente Rodrigo Nunes, que pauta a sua presidência pela manutenção do ecletismo no Clube e que não poupou esforços para manter o projecto da equipa de ciclismo na estrada na época vindoura.

 Sob o lema ‘Correr sempre para ganhar’, os corredores fogaceiros têm como fonte de inspiração o símbolo da cidade, o Castelo de Santa Maria da Feira, e foi com essa inspiração que se tornaram numa das equipas lusas mais vitoriosas de 2019, alcançando #DeCasteloAoPeito seis vitórias na estrada e 16 medalhas em pista, sendo também campeões nacionais nesta vertente.

 O trabalho rumo a um ano de 2020 igualmente frutífero já está em curso, através de Joaquim Andrade, que se mantém à frente da direcção desportiva da equipa continental pela terceira temporada consecutiva, para a qual elegeu um grupo bastante jovem, mas também pontuado de experiência e com predicados no ciclismo.

 “Constituímos uma equipa muito jovem para 2020, em grande parte com corredores sub-23, mas também com corredores de grande qualidade. O Rafael Reis é um dos melhores corredores portugueses da actualidade, e o melhor contra-relogista do pelotão nacional, e temos o Oscar Pelegrí, que para mim será em 2020 o melhor sprinter do pelotão nacional. Depois temos uma série de jovens talentos, alguns deles com provas significativas no nosso ciclismo como o António Ferreira, que fez uma temporada brilhante e venceu a mais dura prova do escalão Sub-23, e o Bernardo Saavedra, que há bem pouco tempo era um desconhecido e já é um dos melhores corredores do escalão. Todos os restantes têm uma enorme margem de evolução e nunca sabemos até onde podem chegar. Por isso é tão importante manter esta nossa linha de interacção entre corredores mais jovens e corredores mais experientes e com muita qualidade, o que ajuda muito mais ao crescimento destes jovens, à imagem do que aconteceu na nossa equipa nestes dois últimos anos”, sublinhou Joaquim Andrade.

 É de salientar a continuidade dos ciclistas das nossas escolas reflectida na equipa deste ano, com cinco corredores que fizeram a sua formação nas nossas equipas de formação, que desde 2018 estão a cargo do Sport Ciclismo S. João de Ver, que coordena as equipas de formação do Clube Desportivo Feirense, desde escolinhas, cadetes e juniores.

 Avançando com nove rostos da equipa continental Feirense de 2020, passamos a apresentar em seguida cinco entradas e quatro renovações.

 RAFAEL REIS, 27 (Por, 15/07/1992)

A entrada de Rafael Reis irá trazer a experiência, desenvolvida em Portugal e no estrangeiro, deste prodígio do contra-relógio, que através da sua qualidade de contra-relogista já envergou por duas vezes a camisola amarela da Volta a Portugal, ao vencer o prólogo em 2018 e 2016, feito também alcançado no prestigiado Troféu Joaquim Agostinho, nos mesmos anos. O corredor, que já envergou em júnior e em sub-23 a camisola de campeão nacional de crono por quatro vezes consecutivas, marcou ainda o ano de 2016 com a importante conquista da camisola amarela do Grande Prémio Jornal de Notícias.

OSCAR PELEGRÍ, 25 (Esp, 30/05/1994)

Pelo segundo ano consecutivo, Oscar Pelegrí irá vestir as cores Feirenses. O espanhol destaca-se por ser um dos corredores mais rápidos do nosso pelotão, tendo por diversas vezes estado ao serviço de João Matias na presente época, pois além de rápido é um exímio lançador. O ano de 2019 ficou marcado pela vitória de etapa no Grande Prémio Abimota, competição na qual conquistou a camisola amarela no ano anterior. Além da vertente de estrada, tem vindo a destacar-se na vertente de pista em provas de âmbito internacional, sendo um dos corredores da Selecção de Espanha a trabalhar para a qualificação do seu país rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio.

ANTÓNIO FERREIRA, 19 (Por, 03/04/2000)

Nesta que foi a sua primeira época ao nível profissional, vindo da formação júnior Feirense, António Ferreira conquistou já neste ano a camisola amarela do GP Azores, com uma exibição de forte qualidade ao conquistar também a exigente etapa rainha. O corredor sub-23 continua a ser uma aposta para 2020.

BERNARDO SAAVEDRA, 21 (Por, 01/05/1998)

Bernardo Saavedra (ou João Leite como também é conhecido) mantém-se pelo terceiro ano com a equipa Feirense. Medalha de bronze nos Campeonatos Nacionais de Sub-23 e uma peça importantíssima na nossa vitória no GP Azores, tem sido um dos jovens que mais tem crescido na modalidade, e assim continuará de castelo ao peito pela terceira época consecutiva.

FÁBIO OLIVEIRA, 25 (Por, 25/10/1994)

Fábio Oliveira é mais um dos novos rostos da equipa em 2020. Caracterizado por ser um corredor todo terreno, fez a sua formação nas escolas do Sport Ciclismo S. João de Ver, que actualmente tem a cargo as equipas de formação do CD Feirense.

GONÇALO AMADO, 25 (Por, 09/02/1994)

O corredor Gonçalo Amado destaca-se em grande medida por ser um dos melhores betetistas portugueses da actualidade. Os êxitos na vertente de BTT sucederam-se desde as camadas de formação, assinalando-se os cinco títulos de campeão nacional de XCO. Contudo, a paixão pela estrada tem-se evidenciado no seu percurso, apostando para 2020 em focar-se nesta vertente com a equipa Feirense.

RAFAEL FERREIRA, 20 (Por, 24/01/1999)

O sub-23 Rafael Ferreira despertou a atenção do director desportivo Joaquim Andrade na Volta às Terras de Santa Maria, na qual correu como individual. A forte vontade em tornar-se corredor profissional, aliada à qualidade demonstrada, levam a equipa Feirense a apostar neste jovem corredor.

LUÍS CABRAL, 19 (Por, 16/02/2000)

O jovem açoriano Luís Cabral sobe à equipa profissional vindo dos sub-23 das escolas do Feirense. Estagiou com a equipa profissional no final da época de 2019 e agarrou com unhas e dentes a oportunidade, que assim vê manter-se em 2020, ao demonstrar garra e qualidade em cada prova disputada.

AFONSO EULÁLIO, 18 (Por, 30/09/2001)

Com apenas 18 anos, Afonso Eulálio sobe à equipa profissional vindo da nossa equipa júnior. Na presente temporada, destacou-se como um dos jovens juniores mais consistentes, chegando a arrecadar alguns triunfos no seu escalão, nomeadamente o Circuito de Argoncilhe, o Memorial aos Ciclistas de S. João de Ver e o Memorial Bruno Neves, para além de oito vitórias alcançadas na vertente de BTT.

Deixar um comentário