shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00 
Ver Carrinho Check Out

Notícia

COMUNICADO

Na sequência de uma notícia do Jornal Público, de 3 de agosto de 2020, o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (CD da FPF) instaurou, a 1 de outubro de 2020, um processo disciplinar à Clube Desportivo Feirense – Futebol, SAD (CD Feirense SAD). A Secção Disciplinar do CD da FPF deu, agora, a conhecer o seu acórdão. Posto isto, a CD Feirense SAD esclarece que foi detetada “uma situação típica de erro”, sem qualquer tipo de dolo, na comunicação obrigatória para a plataforma de transparência da Federação Portuguesa de Futebol. Detetado o lapso, esta Sociedade teve a iniciativa de o corrigir, de imediato, alterando o presidente do seu Conselho de Administração, e não ficando a aguardar as instruções da Federação Portuguesa de Futebol.

Informamos ainda que esta Sociedade, assim como o seu antigo presidente, Sr. Kunle Soname, foram ilibados pelo CD da FPF de “responsabilidade disciplinar relacionada com possível viciação de apostas desportivas e a sua incidência no jogo e/ou inobservância de outros deveres relativos a proteção de valores desportivos”. Dissemos, desde o primeiro dia, que estas suspeitas eram descabidas e infundadas, mas, naturalmente, levantaram-se dúvidas nos associados, simpatizantes e patrocinadores, tendo esta Sociedade saído lesada desta situação. A verdade veio, agora, ao de cima. A CD Feirense SAD é uma instituição cumpridora de todas as suas obrigações cívicas e legais e sempre se demarcou de todo e qualquer tipo de situações que coloquem em causa o bom nome desta instituição, postura esta também seguida pelo Sr. Kunle Soname durante a presidência do nosso Conselho de Administração.

O CD da FPF deu como provado que o Senhor Tiago Calisto é representante do acionista Tavistock e que é consultor desta empresa, ainda antes da aquisição desta SAD e acompanha o investimento na CD Feirense SAD. A Comissão de Instrução disse ainda, de forma clara, que este serviço de consultoria é compatível com a atividade de agente.

A CD Feirense SAD respeitou, respeita e respeitará sempre, quaisquer decisões da Liga ou da Federação Portuguesa de Futebol, e espera que esta absolvição mereça o mesmo destaque mediático que a acusação infundada teve em outubro último. Iremos, ainda, utilizar todos os meios legais à nossa disposição para que seja reposto o bom-nome e a boa imagem da nossa instituição e das pessoas envolvidas na acusação.

Deixar um comentário